sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Casa da Ciência sedia atividades do PNEM/MS

      Em entrevista, a Professora Joelma Garcia, da Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul (SED/MS), fala sobre o projeto.

PRINCIPIA: Joelma, conta pra gente o que é o PNEM.

JOELMA: PNEM é o PACTO NACIONAL DE FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO. Aqui no estado de Mato Grosso do Sul, falamos do PNEM/MS. O PNEM foi estabelecido através da Resolução nº 51 de 11 de dezembro de 2013 pelo Ministério da Educação/Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação/Conselho Deliberativo. Seu objetivo é promover a valorização da formação continuada dos professores e coordenadores pedagógicos que atuam no Ensino Médio público, nas áreas rurais e urbanas, em consonância com a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional (Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996 – LDB) e as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio (Resolução CNE/CEB nº 2, de 30 de janeiro de 2012).

    Segundo essa mesma Resolução, as instituições de ensino superior (IES) escolhidas, em articulação com as secretarias estaduais de Educação, são responsáveis pelo processo de formação; às IES compete a formação de Formadores Regionais, que por sua vez são responsáveis pela formação de Orientadores de Estudo, que são os responsáveis pela formação dos professores e coordenadores pedagógicos do ensino médio.

PRINCIPIA: Como a UFMS participa deste processo? Quem da UFMS está envolvido?

JOELMA: A UFMS é a IES que coordena o PNEM/MS. Atua em parceria com a SED/MS, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul e Instituto Federal de Mato Grosso do Sul. A UFMS realiza a gestão acadêmica e pedagógica da formação dos Formadores Regionais, assegurando, para tal, espaço físico e material de apoio adequados para os encontros presenciais, articulando e monitorando o conjunto das atividades necessárias ao desenvolvimento da Formação. O período de execução do PNEM/MS é de fevereiro a novembro de 2014.

    A equipe PNEM/UFMS é composta pela coordenadora geral Edna Scremin Dias, pela coordenadora adjunta Vivina Dias Sól Queiróz e pelos formadores IES Adriana da Silva Posso, Carlos Batista Prado, Edna Pagliari Brun, Mara Aline dos Santos Ribeiro, Moacir Lacerda, Vera Lúcia Penzo Fernandes e Vera Mattos de Machado.


PRINCIPIA: Como se desenvolve a Formação, nos seus vários níveis? Que ações específicas estão se desenvolvendo no espaço da Casa da Ciência?

JOELMA: As Formações são divididas em duas Etapas: a Etapa I, realizada de fevereiro a agosto, abordou os temas Ensino Médio e formação humana integral; O jovem como sujeito do Ensino Médio; O currículo do Ensino Médio, seus sujeitos e o desafio da formação humana integral; Organização e gestão democrática da escola; Avaliação no Ensino Médio; a Etapa II compreende o estudo das áreas de conhecimento, considerando a diversidade na garantia da educação para todos, e suas articulações com os princípios e desenho curricular das diretrizes nacionais e dos Direitos à Aprendizagem e ao Desenvolvimento, a saber Ciências Humanas (Sociologia, Filosofia, História e Geografia); Ciências da Natureza (Química, Física, Biologia); Linguagens (Língua Portuguesa, Artes, Educação Física, Língua Estrangeira Moderna); e Matemática; e a Organização do trabalho pedagógico no Ensino Médio.

     A Casa da Ciência foi escolhida como espaço físico destinado ao desenvolvimento de parte das formações, ou seja, dos Encontros dos Formadores IES com os Formadores Regionais. A partir daí, em cada uma das Etapas, estes Formadores desenvolvem as oficinas com os Orientadores de Estudo, e estes com os professores que atuam no Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino de MS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário